Atividades para Educação Infantil na brinquedoteca

Veja como trabalhar com os alunos da Educação Infantil com Atividades Pedagógicas na Brinquedoteca.

0

Segundo Denise Tinoco, professora de Educação Infantil e especialista em Educação Infantil e em Psicopedagogia, a brinquedoteca é um espaço especial dentro da escola de Educação Infantil. Um espaço que deve ser construído e reconstruído a todo momento com a ajuda e intervenção dos pequeninos.

Para ela, a brinquedoteca é um local repleto de arranjos espaciais, onde o brincar se torna significativo, e por isso incide diretamente para o desenvolvimento da criança.

Denise explica que esse laboratório de aprendizagem pode proporcionar de forma atraente para as crianças, para o seu aprendizado escolar, o que, por vezes, a sala de aula não contempla.

No entanto, o professor de Educação Infantil precisa entender que não basta lutar pela implantação das brinquedotecas nas escolas.

É preciso estar atento às diferentes possibilidades de interações e aprendizagens que
brotam no espaço. “Brincar é uma atividade social e deve ser mediada pelo professor atento, habilidoso e disposto a brincar”, ressalta.

A Brinquedoteca

Segundo Denise Tinoco, a brinquedoteca deve ser vista como um espaço preparado para estimular o ato da brincadeira. Diferentes brinquedos e jogos, escolhidos por seu valor científico e cultural, são agrupados e expostos com materiais lúdicos que são confeccionados por alunos e crianças que lá frequentam.

Sendo um ambiente laboratorial, serve para estimular a criatividade e os saberes docentes. Ali, práticas pedagógicas são analisadas, experimentadas e criticadas. Novas possibilidades surgem e visam estimular o ato de brincar nas escolas e espaços  educativos contemporâneos. Para Denise, vivemos um momento paradoxal no mundo contemporâneo.

Se, por um lado, as sociedades industriais e tecnológicas alavancam a produção e o consumo privilegiado do brinquedo e, a priori, pesquisas apontam para o crescimento de adultos mais criativos, por outro lado, alerta-se para o crescimento de pessoas mais individualistas.

Que tal descobrir algumas possibilidades de atividades para Educação Infantil?

A professora Denise dá algumas sugestões de atividades para fazer com os alunos da Educação Infantil na brinquedoteca.

Atividades Pedagógicas na Brinquedoteca

Objetivos das atividades de forma geral:

  • Aproveitar da melhor forma o espaço escolar;
  • Verificar as diversas possibilidades pedagógicas na brinquedoteca;
  • Trabalhar com diversas faixas etárias e competências em um único espaço.
  • Faixa etária: diversas.

1 – Pra ver a banda passar

Objetivo:
* Desenvolver a atenção por meio do ritmo musical.
Faixa etária: 3 a 5 anos.

  • Apresente instrumentos musicais e deixe que os pequenos reconheçam o objeto.
  • Mostre como os sons podem sair dos instrumentos.
  • Escolha músicas curtas com ritmos marcantes e peça que eles acompanhem o seu ritmo.
  • Exemplos de músicas: Pirulito que Bate, Bate; Atirei o Pau no Gato, Perdi Meu Anel no Mar

2 – Como é que faz?

Objetivos:
* Explorar diferentes movimentos com o corpo tendo como base o funcionamento de meios de transporte.
Faixa etária: 1 ano e meio a 2 anos.

  • Esconda alguns brinquedos em uma caixa ou saco.
  • Brinquedos sugeridos: carrinho, avião, moto, bicicleta.
  • Com a turma em círculo, escolha a criança que vai responder ao desafio.
  • Após um suspense, apresente um brinquedo que represente um meio de transporte conhecido da criança.
  • Pergunte para ela: como é que o carro faz? Como é que o trem faz?

3 – Quebra-cabeça com obras de arte

Objetivos:
* Montar e identificar obras de arte.
Faixa etária: 4 a 5 anos.

  • Apresente obras de arte de fácil compreensão pelas crianças.
  • Organize quebra-cabeças com obras de arte conhecidas pelos pequenos.
  • Faça o acompanhamento da organização das peças em pequenos grupos.
  • Depois que montarem os quebra-cabeças, os alunos farão a conferência com a sua gravura.

4 – Casinha Maluca

Objetivos:
* Valorizar a convivência e experimentar trocas de papeis sociais.
Faixa etária: 4 a 5 anos.

  • Deixe as crianças explorarem livremente os objetos do “Cantinho de vida diária” (bonecas, panelas, carros, roupas…).
  • Desafie os pequenos a criarem pequenas cenas: quem será o papai? A mamãe está fazendo o quê? O que tem de comida hoje?
  • Em seguida, faça a troca de papéis. Hoje o papai ficará em casa cuidando do bebê. O que ele pode fazer? Mamãe está dirigindo. Para onde ela vai?

5 – Vamos Passear?

Objetivos:
* Trabalhar orientação espacial.
Faixa etária: 2 a 3 anos.

  • Com a turma em círculo, coloque uma cadeira no meio da roda.
  • Peça às crianças para apanharem bonecas e ursinhos na estante.
  • Crie uma sequência de movimentos que desafie a criança a cumprir. Exemplo: era uma vez um menino levado que correu pelo pasto e subiu a montanha. De repente, apareceu um urso e o menino levado desceu a montanha e se escondeu na gruta.
  • Os desafios deverão levar à exploração dos conceitos: em cima, em baixo, dentro, fora, de um lado, atrás, entre outros.

6 – Conta uma história para mim?

Objetivos:
* Propiciar momentos de leitura de imagens e escuta dos colegas.
Faixa etária: 4 a 5 anos.

  • Partindo do cantinho da leitura, apresente cenas da mesma história que não estejam em sequência. (Busque trabalhar com histórias já conhecidas dos alunos).
  • Apresente o desafio: contar a história para os colegas.
  • Na medida em que os pequenos contam a história, organizarão a sequência no chão ou no varal de histórias

7 – Espelho, Espelho Meu

Objetivos:
*Identificar partes do corpo, tendo como referência o espelho.
Faixa etária: 1 a 2 anos.

  • Leve os pequenos para o cantinho do espelho.
  • Com as crianças viradas de frente para o espelho, cante músicas que falem sobre as partes do corpo. Exemplo: “Cabeça, ombro, joelho e pé.”; “a cobra não tem pé”, entre outras.
  • Em seguida, pergunte: onde está a cabeça? Onde está o pé? Onde está a barriga?

—————————————————————————————————————

♥ Observação: Se na sua escola não tem brinquedoteca, não se preocupe! As atividades pedagógicas sugeridas aqui podem ser adaptadas para trabalhar na sua sala de aula de Educação Infantil.

Dicas para quem faz Pedagogia

Segundo Denise Tinoco, para o Curso de Graduação em Pedagogia, o Laboratório de Prática Pedagógica com foco na brinquedoteca é a garantia de que teoria e prática podem, em parceria, enriquecer o aprendizado universitário e, acima de tudo, a esperança que, nos diferentes lócus de atuação do universitário e egresso, renasça, dentro das escolas, projetos e ambientes educativos, um professor criativo, atento e engajado com a cultura da infância.

Entre as práticas interessantes a serem exploradas com os alunos universitários em um laboratório com foco na brinquedoteca, Denise Tinoco destaca:

  • oficina de confecção de brinquedos;
  • oficina de cirandas, parlendas e trava-línguas,
  • oficinas de jogos e brincadeiras,
  • análise de casos,
  • dramatizações de cenas em espaços escolares,
  • dramatizações de histórias,
  • oficina de contação de histórias, entre outras possibilidades.

Fonte: Revista Educação infantil

You might also like