Dicas para organizar a chegada dos alunos na volta às aulas

0

Veja dicas para organizar a chegada dos alunos na volta às aulas e recepcionar seus alunos.

O ano letivo começa e muita coisa muda na escola. Alunos novos chegam e os que já estudavam na unidade no ano anterior são reorganizados em outras turmas, com colegas e professores diferentes. Planejar a volta às aulas é fundamental. É preciso integrar os novatos, acolher quem retorna e garantir o melhor ambiente para que todos convivam. “É importante que os estudantes notem que houve preparo para o momento de recebê-los”, defende Jussara Tortella, professora do programa de pós-graduação em Educação da Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-Campinas).

O fundamental nos primeiros dias é criar um ambiente de acolhida, em que cada um se sinta pertencente ao espaço escolar. Esse ambiente aparece em decisões planejadas – como a exposição de mensagens de boas-vindas nas paredes, a apresentação da escola aos novatos, as dinâmicas que o docente faz em classe para conhecer a turma etc.”

A volta às aulas deve ser preparada de acordo com o segmento em que estão os alunos”, explica Célia Cassiano, diretora da EMEF Jardim Monte Belo, em São Paulo. Todo ano, ela define atividades diferenciadas para receber as crianças que chegam para cursar o Ensino Fundamental no período diurno e os mais velhos, que vão estudar à noite na Educação de Jovens e Adultos (EJA).

O mesmo ocorre com escolas de Educação Infantil. Os cuidados próprios à faixa etária não podem ser esquecidos. Com os pequenos, a adaptação deve ser bem planejada para que a escola não seja vista como um ambiente hostil.

Dicas para organizar a chegada dos alunos na volta às aulas

Recepção das famílias

No horário de entrada, é importante que o diretor e o coordenador estejam no pátio para tirar dúvidas dos pais e ajudar os alunos, principalmente os novatos. atitudes como essa demonstram que os gestores estão abertos a questionamentos e interessados em acolher todos os estudantes desde o início do ano letivo.

Apresentação da escola

Para que os novatos conheçam o lugar em que vão estudar, é importante organizar uma equipe para recepcioná-los, mostrar as dependências da instituição e apresentar os funcionários. Uma sugestão é propor que os estudantes mais antigos fiquem responsáveis por essa visita guiada. assim, os novos já começam a conhecer a turma.

Integração dos alunos

Estimule os novos estudantes a participar de grupos mistos, formados por alunos de diferentes anos. Essas equipes podem ser organizadas pelos próprios estudantes, de acordo com as áreas de interesse deles. Grupos de jardinagem, teatro e esportes são algumas opções.

Cuidado com os novatos

Quando ainda não conhecem os colegas, crianças e jovens que acabaram de chegar tendem a ficar mais retraídos. para evitar esse isolamento, é importante que a escola planeje atividades para momentos como o intervalo. nos primeiros dias, é bom também pedir que os educadores prestem atenção extra nos novatos para que não fiquem sozinhos.

Recepção no Ensino Fundamental

Conversa inicial e expectativas para o ano

Para que os alunos possam conhecê-lo, comece a aula se apresentando e contando sua experiência. Diga há quanto tempo dá aulas e relate projetos interessantes que já fez. com os alunos mais velhos, explique como e por que escolheu ser professor. Procure não apresentar regras de convivência logo de cara. elas serão construídas em conjunto ao longo do ano. Conte à turma o que espera ensinar ao longo do ano e pergunte quais as expectativas em relação às aulas. explique aos alunos sua forma de trabalhar. Diga se pretende pedir trabalhos escritos ou provas e quais materiais costuma usar. Para os mais velhos, faça um panorama do curso e fale um pouco sobre os conteúdos a ser trabalhados.

Apresentação da turma

Cabe ao professor mostrar à classe como é importante que todos se conheçam. Prepare dinâmicas que mobilizem o interesse de um aluno pelo outro. Uma ideia é dividir a turma em duplas aleatórias e pedir que conversem sobre o que mais gostam – música, comida, brincadeira. Em seguida, proponha que cada um apresente o colega à turma. Outra sugestão é passar um filme que fale sobre as relações humanas e propor uma discussão.

Bate-papo com veteranos

Uma boa maneira de matar a curiosidade da turma sobre a etapa que começa é promover uma conversa com os alunos que estiveram naquela classe no ano anterior. Na primeira semana, quem está no 7O ano, por exemplo, pode visitar a turma do 6O para explicar a rotina, contar os desafios etc. Combine essas visitas com os demais professores.

Acolhida na Educação Infantil

Mais profissionais e atenção a quem chora

Nas turmas com crianças menores e bebês, é comum que muitos chorem e precisem de mais atenção no período de adaptação. Nos primeiros dias, é importante ter disponível um número maior de profissionais por turma, capazes de acolher e atender melhor a todos. Se só um dos pequenos ainda não se adaptou e continua chorando, o professor não deve isolá-lo, temendo que os outros chorem também. Deixe-o juntamente com as demais crianças que já estejam adaptadas. Assim, ele pode interagir com os colegas com a sua mediação.

Diversão e sensações

Para os pequenos, é importante que a escola se apresente como um ambiente agradável. proponha atividades com coisas que divirtam as crianças, como água, farinha ou tinta. conforme a idade, faça comidinhas fáceis e gostosas com elas – brigadeiro, por exemplo. durante a atividade, você pode se aproximar da turma, brincar e começar a estabelecer vínculos.

Espaço para os pais

Reserve um lugar com revistas e jornais para que os pais fiquem durante o período em que as crianças estão em classe. Aproveite os primeiros dias para conversar com eles sobre como será o ano. Destaque também a importância de as famílias contarem à escola o que ocorre em casa.

Fonte: Elisa Meirelles, NOVA ESCOLA, Camila Camilo

You might also like