Atividades Educativas Copa do Mundo

Atividades de Educação infantil para imprimir com o Fuleco, mascote da Copa do Mundo de 2014. Os alunos vão ficar felizes de aprender com o tatu-bola mais fofo do Brasil. Depois peça para os alunos colorirem os desenhos bem bonito!!

atividades-do-fulecoatividade-fulecoatividades-fulecofuleco e os países da copacolorir-fulecoAtividades para educação infantil - copa do mundo 2014

Alfabetário com o Fuleco, mascote da Copa do Mundo 2014.

alfabeto-copa-do-mundo-fuleco-colorir

Fuleco – Copa 2014

Fuleco é o nome do mascote oficial da Copa do Mundo FIFA 2014, um simpático tatu-bola. Seu nome é resultado da combinação das palavras futebol e ecologia e foi escolhido em uma votação popular realizada pela internet e divulgado no programa Fantástico em 25 de novembro de 2012.

Fuleco representa uma espécie nativa do país conhecida como tatu-bola-da-caatinga, que tem a capacidade de enrolar e virar uma bola apertada, até se tornar quase impenetrável. É que, quando ameaçado, o tatu encolhe suas orelhas para dentro da carapaça, e a cabeça e rabo criam um bloqueio para que a carapaça seja totalmente lacrada, para se proteger do predador.

A cor azul da carapaça de Fuleco representa a beleza natural do Brasil, e os diferentes tons azuis representam o céu e as águas límpidas que correm pelo país. Desde a sua apresentação ao público, Fuleco vem viajando pelo país e conhecendo o povo brasileiro. Na condição de mascote do Mundial da FIFA e integrante de uma espécie vulnerável ele desempenha um papel fundamental de conscientização ecológica, já que a espécie encontra-se ameaçada de extinção.

Os organizadores do espetáculo esportivo acreditam que o mascote, como espécie ameaçada, pode sensibilizar a opinião pública sobre a importância do meio ambiente e da ecologia. Segundo Thierry Weil, diretor de marketing da FIFA, Fuleco está rapidamente se tornando o mais bem sucedido mascote da Copa do Mundo FIFA de todos os tempos.

O tatu-bola frequentemente é alvo do tráfico ilegal de animais protegidos. Considerado um fóssil vivo, o animal é vulnerável pela destruição do meio ambiente, e ainda por sua caça devido ao sabor de sua carne, rica em proteínas, uma iguaria tradicional em algumas regiões do continente.